Dados fazem parte do relatório da McKinsey, o qual aponta que o Brasil ainda está na fase inicial de amadurecimento do setor.

Um relatório que acaba de ser divulgado pela consultoria McKinsey aponta que a disseminação da internet contribuiu para um aumento das vagas de trabalho no mercado mundial. Para chegar a essa conclusão, o estudo analisou o impacto da web na economia de 13 países – as oito nações mais ricas do planeta, além de Brasil, China, Coreia do Sul, Índia e Suécia.

Segundo o estudo, que ouviu 4,8 mil pequenas e médias empresas de diversos segmentos e países, foram criadas 2,6 novas vagas de emprego por conta da internet, para cada 1 posto de trabalho que despareceu graças à web.

Outra constatação da McKinsey é de que a internet tem contribuído fortemente para a economia dos 13 países consultados no estudo. Em média, o setor responde por 3,4% do PIB (Produto Interno Bruto) dessas nações, representando uma fatia maior do que segmentos tradicionais, como agricultura ou energia. E as projeções indicam que, nos últimos cinco anos, os negócios na web responderam por 21% do crescimento do PIB nos mercados desenvolvidos.

Quanto às empresas que têm obtido mais benefícios desse avanço da internet, o levantamento aponta que 75% dos resultados são gerados por companhias que atuam em setores tradicionais e não estão ligadas a novas tecnologias.

A McKinsey cita também que os Estados Unidos são hoje o responsáveis por mais de 30% de todas as receitas geradas pela internet. Enquanto que o Brasil corresponde por cerca de 1% e é considerado um país em estágio inicial de desenvolvimento do setor, mas com alto potencial de crescimento.

Fonte: Olhar Digital

Anúncios