A HP anunciou no dia 13 de junho, uma ampla reestruturação no primeiro escalão da companhia. Em comunicado distribuído à imprensa, a empresa informa que três altos executivos passam a fazer parte do comitê de diretores e um quarto está deixando suas responsabilidades do dia-a-dia para assumir um assento no conselho de administração. É o caso de Ann Livermore, que há um longo tempo chefiava a HP Enterprise Business, divisão voltada para o mercado corporativo e cuja receita anual é de US$ 57 bilhões. Ela deixa o cargo e se tornar membro do conselho. Ann trabalha na HP há 29 anos e foi peça fundamental na execução da estratégia implantada há alguns anos por Carly Fiorina, ex-CEO, cujo slogan era “crescer e transformar os negócios”. 

Outras duas mudanças envolvem Dave Donatelli, vice-presidente executivo da unidade de servidores corporativos, armazenamento, serviços de rede e da tecnologia, Bill Veghte, vice-presidente executivo de software, e Jan Zadak, vice-presidente executivo de vendas globais, agora passam a se reportar diretamente ao executivo-chefe (CEO), Leo Apotheker. Além disso, Randy Mott, diretor de TI da HP, e Pete Bocian, diretor administrativo, renunciaram a seus cargos.

As mudanças são parte da jogada de Apotheker, que assumiu o cargo em setembro do ano passado, para definir uma nova direção para a gigante da tecnologia. O objetivo é recuperar a posição no mercado da empresa. “Em nosso esforço contínuo para acelerar nosso progresso na execução da nossa estratégia, vamos continuar a fazer as mudanças necessárias para otimizar nossas operações, com foco na unidade e na agilidade”, afirmou Apotheker na nota.

Fonte: TI Inside

Anúncios