noticias_do_mercadoMuito se fala que os cartuchos recondicionados possuem rendimento inferior aos dos cartuchos originais.

Será que isso é verdade?

Vamos analisar, primeiramente, quais são as variáveis diretamente ligadas ao rendimento de um cartucho:

– inicialmente vem, logicamente, a cobertura de impressão que estamos usando.  Quanto mais informação contiver o texto que estamos imprimindo, maior a cobertura e maior o gasto de pó de toner a cada página impressa;

– definição dos parâmetros da impressora. Uma impressora que esteja imprimindo com densidade de impressão maior e carga de toner também maior do que outra impressora de mesmo modelo vai gastar mais toner a cada impressão de página;

– variáveis climáticas também interferem no rendimento dos cartuchos. Imprimir em Manaus, com quase 100% de umidade, é bem diferente do que imprimir em Brasília no inverno, com umidade em torno de 25%;

Todas as definições de rendimento utilizam o padrão de 5% de cobertura.  Mas o que é uma página com 5% de cobertura?

Na figura 1 temos uma página com 2 (dois) parágrafos em fonte Arial tamanho 10. Esta página possui exatamente 5% de cobertura.

1
Figura 1

Qualquer impressão que possua maior cobertura do que essa vai causar um rendimento menor do cartucho.

Como exemplo, acrescentamos mais dois parágrafos e no texto da figura 2 a cobertura subiu para 8,92 %.

2
Figura 2

Somente com esta diferença, de 5 para 8,92%, um cartucho de 9.000 páginas a 5% teria o seu rendimento reduzido para 5.044 páginas.

E estamos falando apenas de letras da mesma fonte e do mesmo tamanho.

Se o texto possuir letras em negrito, gráficos e pequenas impressões chapadas, o rendimento pode ser drasticamente reduzido.

Na figura 3 foi retirado um parágrafo e acrescentado um gráfico e um texto em negrito em fonte Arial 12. A cobertura subiu para 12% e o rendimento de um mesmo cartucho de 9.000 páginas seria reduzido para 3.750 páginas.

3
Figura 3

Muitas das impressões realizadas no dia a dia possuem mais do que 5% de cobertura e é praticamente impossível um cartucho atingir o rendimento nominal durante a sua vida útil.

E isso vale tanto para cartuchos originais quanto para cartuchos recondicionados.

Não estamos dizendo que todos os cartuchos recondicionados são iguais e possuem o mesmo padrão de qualidade e rendimento.

Mas, podemos afirmar que os cartuchos adequadamente recondicionados – e isso inclui o uso de insumos de boa qualidade e pó de toner específico para o modelo de impressora que vamos utilizar – podem possuir rendimento igual ou superior aos cartuchos originais e a um custo sempre inferior.

Cabe aos usuários a tarefa, nada simples, de saber separar o joio do trigo.

E deixamos aqui uma sugestão.  Parar de utilizar o valor nominal de uma impressão a 5% – cartucho com rendimento de 9.000 páginas – e passar a utilizar um “até”.  Cartucho com rendimento de até 9.000 páginas com cobertura de 5%.

Como a cobertura é, na maioria das vezes, superior a 5%, o usuário seria melhor informado de que o rendimento nominal (9.000 páginas) somente será atingido se todas as impressões efetuadas obedecerem ao padrão 5%.

Caso, durante a vida útil do cartucho, algumas páginas impressas vierem a possuir cobertura superior a 5%, o total de páginas impressas ficará sempre abaixo do valor nominal e isto não significa que o cartucho está defeituoso ou que o fornecedor esteja agindo de má fé e enganando o seu cliente.

Fonte: Roberto Palmer – EQual Consultoria em Qualidade

image001

Anúncios