cadeRecentemente acompanhamos um problema que atingiu alguns modelos de impressoras HP.

De uma hora para a outra, uma quantidade expressiva de impressoras HP deixou de funcionar e a mensagem que aparecia para o usuário era que somente cartuchos originais HP seriam aceitos.

Uma das possíveis causas levantadas para o problema foi uma atualização de firmware feita pela HP remotamente.

E houve ainda quem tenha levantado a hipótese de uma obsolescência programada gravada na máquina e que foi ativada no dia em questão.

Seja lá o que tenha realmente acontecido, essa atitude da HP não fez o menor sentido e a HP acabou voltando atrás na “atualização” e se desculpando com os usuários afetados, mas fica a dúvida se ela pode voltar a fazer a mesma coisa em um futuro próximo.

Embora algumas empresas tenham defendido a atitude da HP, estas esqueceram de uma coisa. Os usuários das impressoras afetadas não ficaram nada satisfeitos com o que aconteceu.

Qual será a atitude destes usuários caso venham a ficar sem poder usar seus equipamentos mais uma vez.

Aceitar a imposição da HP pelo uso apenas de cartuchos originais ou simplesmente trocar seus equipamentos por de outras marcas. Uma atitude que visa apenas o lucro pode acabar se tornando um tiro no pé.

Atualização de firmware, embora pareça uma coisa necessária para manter nosso equipamento atualizado, deve ser considerado com muito cuidado para aqueles que usam cartuchos não originais.

Um cartucho, seja compatível ou recondicionado terá que usar um chip que seja compatível com o modelo de impressora.

E o problema começa aqui.

Como o chip não é OEM, ele pode não estar preparado para uma atualização de firmware. Se não estiver, seu cartucho que funcionava perfeitamente antes da atualização, pode deixar de funcionar após a efetivação da mesma.

Não concordo, absolutamente, com práticas como essa. Não acho que uma atualização “surpresa” seja a melhor forma de convencer o usuário a adquirir somente cartuchos originais.

Quantos usuários não foram seriamente prejudicados quando suas impressoras deixaram de funcionar de um dia para o outro?

O convencimento do usuário pelo uso de cartuchos originais, na minha opinião, deve ser feito apenas com a propaganda de sua qualidade. E não por subterfúgios condenáveis.

No Banco do Brasil, existiam ordens expressas e enviadas por escrito à todas as dependências para evitar que a assistência técnica efetuasse atualização de firmware nas impressoras do BB.

E mesmo assim algumas vezes tivemos problemas em agências espalhadas pelo Brasil. Em uma delas, no interior do Amazonas, chegamos a enviar, sem custo, mais de um cartucho até descobrir o que estava acontecendo. Testávamos o cartucho antes e quando o mesmo chegava na agência, não funcionava.

Tivemos, então, a ideia de pedir que nos fosse enviado a página de configuração da impressora e aí constatamos que a versão de firmware era diferente da impressora do laboratório de controle de qualidade.

Quando perguntamos se algum técnico tinha passado por lá e efetuado procedimentos na impressora, a resposta foi positiva.

Reforçamos a instrução que nenhuma atualização de firmware estava autorizada, mas os problemas se repetiam em alguns lugares de tempos em tempos.

Como a assistência técnica sempre insistia que os cartuchos recondicionados não funcionavam e estragavam a impressora, a atualização de firmware era uma das muitas ferramentas que os técnicos tinham para convencer os usuários.

Como estes nada entendiam da parte técnica eram facilmente convencidos quando os técnicos atualizavam o firmware e o cartucho recondicionado deixava de funcionar. Não duvido que algumas vezes um cartucho original tenha sido utilizado para reforçar a argumentação do técnico.

Como o BB tem milhares de impressoras e todas utilizando cartuchos recondicionados, podem imaginar o tamanho do problema que seria gerado se atualizações de firmware fossem executadas com frequência.

Atualizações de firmware para usuários de cartuchos não originais devem ser evitadas ao máximo, pois pode acarretar na imediata recusa do cartucho que até então funcionava sem problema algum.

Algumas empresas conseguiram desenvolver chips que possuem uma maior capacidade de “conversar” com a impressora e aceitar mais facilmente uma atualização de firmware.

Mas como nem sempre isso acontece e como não sabemos qual chip foi utilizado em nosso cartucho, o melhor a se fazer é evitar a atualização do firmware de nossos equipamentos sem que haja um motivo especifico para isso.

E caso a atualização seja realmente necessária, o seu fornecedor de cartucho deverá ser avisado para que possa se precaver e já procurar o chip adequado para a nova configuração da impressora.

Fonte: Equal Consultoria Roberto Palmer

 

Anúncios